A melhor hora para aprender!

O Colégio Helyos está dando mais um passo na direção de internacionalização do seu currículo. Em 2017 a Escola adotará o modelo de imersão na língua inglesa e a vivência das crianças estará distribuída igualmente entre Português e Inglês. O Colégio expandirá seu programa de Educação em Duas Línguas na Educação Infantil, mais tempo cantando, brincando e desenvolvendo habilidades na língua Inglesa, sempre de forma contextualizada.

O aprendizado da língua pela criança parece, muitas vezes, aos olhos do adulto, uma tarefa árdua e complexa. Surgem questionamentos sobre a capacidade da criança em lidar com tantas informações ao aprender simultaneamente dois idiomas: Meu filho conseguirá desenvolver bem seu Português? Ficará para trás em relação às crianças monolíngues da mesma faixa etária?

A prática e a ciência mostram que os pais devem ficar tranquilos. Muitas crianças em todo mundo já aprendem mais de uma língua na primeira infância. Pesquisas recentes, realizadas por neurocientistas do desenvolvimento cognitivo e psicolinguistas, têm continuamente revelado a capacidade das crianças de aprender com sucesso mais de uma língua. Elas possuem habilidades de classificar os sons em diferentes categorias e interpretar as pistas contextuais que indicam quando é apropriado o uso de cada língua. Nós agora sabemos que se a exposição às duas línguas for suficiente em quantidade e qualidade, uma criança pode naturalmente tornar-se proficiente em ambos idiomas.

Somando-se à proficiência, estudos científicos atuais sugerem que o desenvolvimento de duas línguas nos primeiros anos tem impacto positivo, específico em uma variedade de funções cognitivas. O desenvolvimento de funções executivas como memória de trabalho, controle inibitório, atenção ao relevante X irrelevante e flexibilidade mental ou cognitiva.

A educação bilíngue, desde a primeira infância, traz vantagens linguísticas, acadêmicas e cognitivas. O Programa de Educação em Duas Línguas do Colégio Helyos cria atividades lúdicas, ricas em sons, texturas e cores, aproveitando essa fase para que a criança aprenda brincando.

Cinira Soledade
Coordenadora do Programa de Educação em Duas Línguas

Referências bibliográficas:

PreK-3rd: Challenging Common Myths About Dual Language Learners. An Update to the Seminal 2008 Report. Linda M. Espinosa 2013 Conboy, B.T. & Kuhl, P.K. (2011). Impact of second-language experience in infancy: Brain measures of first- and second- language speech perception.

Developmental Science, 14, 242-248.
Conboy, B.T., & Mills, D.L. (2006). Two languages, one developing brain: Effects of vocabulary size on bilingual toddlers’ event-related potentials to auditory words.

Developmental Science, 9(1), F1-F11. Bialystok, E. (2008). Second-language acquisition and bilingualism at an early age and the impact on early cognitive development. In: Tremblay, R.E., Barr, R.G., &

Peters, R.DeV (Eds.), Encyclopedia on Early Childhood Development [online].

Montreal, Quebec: Centre of Excellence for Early Childhood Development, 1-4. Available at:
http://www.child-encyclopedia.com/documents/BialystokANGxp_rev.pdf

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone